conecte-se conosco


Cidades

Vila Velha – Cramvive já acolheu 748 mulheres vítimas de violência doméstica

Publicado

Vila Velha – O Centro de Referência no Atendimento Especializado à Mulher em Situação de Violência Doméstica de Vila Velha (Cramvive) acompanha em média 485 mulheres. De abril de 2017 até o último levantamento, realizado em dezembro de 2020, foram realizados 748 atendimentos. Desse total, grande parte das mulheres conseguiu romper o ciclo de violência.

As mulheres são acolhidas por meio de demanda espontânea, quando procuram o Cramvive, quando são encaminhadas pela rede de atendimento do município, pela Defensoria Pública ou pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher.

Importante ressaltar que existem vários tipos de violência doméstica. Muitas delas começam pela psicológica, com o abalo da autoestima, proibições e afastamento da vida social, até o momento das agressões. A discussão da violência sexual também tem ganhado força, visto que pode ocorrer pelo próprio companheiro da vítima.

As vítimas assistidas pelo Cramvive são encaminhadas ao abrigo, para garantir sua integridade física. Elas podem voltar para a rotina após o recebimento da medida protetiva ou serem levadas para outros Estados, quando existirem familiares para acolhe-las.

Serviços oferecidos pelo Cramvive:

•    Atendimento e acompanhamento com psicólogos e assistente social no acolhimento e em grupos/coletivos;
•    Orientação jurídica;
•    Defensoria Pública;
•    Garantir e proteger os direitos das mulheres em situação de violência, considerando as questões étnicas, raciais, geracionais, de orientação sexual, de deficiência e de inserção social, econômica e regional;
•     Implantar ações de Pacto de Enfrentamento à Violência contra a Mulher;
•    Proporcionar às mulheres em situação de violência um atendimento humanizado, integral e de qualidade nos serviços especializados e na rede de atendimento;
•    Garantir a implementação e aplicabilidade da Lei nº 11.340/ 2009 – Lei Maria da Penha;
•    Proporcionar autonomia das mulheres e ampliação de seus direitos;
•    Contribuir na redução dos índices de todas as violências contra as mulheres;
•    Enfrentamento ao feminicídio;
•    Favorecer a participação das mulheres em grupos de reflexão com vistas à recuperação e/ou elevação de sua autoestima;
•    Estimular atividades de geração de renda;
•    Promover atividades socioeducativas para as mulheres, como passeios culturais, reuniões socioculturais, etc;
•    Seminários;
•    Grupo de Mulheres;
•    Ciclo de Palestras – trabalhar a prevenção.

Atendimento:

•    Cramvive: Centro de Referência no Atendimento Especializado à Mulher em Situação de Violência Doméstica de Vila Velha
–    Endereço: Av. Champagnat, 792, Centro – Vila Velha
–    Segunda à sexta: 8h às 18h
–    Sábados: 12h às 23h
–    Domingos e feriados: 9h às 12h
–    Contato: (27) 3299-4224 / (27) 3388-4158
–    Plantão: 9 9873-6346

Leia mais:  Prefeitura de Água Doce do Norte contrata mais médicos para atender a população
publicidade

Cidades

Adolescente é resgatado de helicóptero após ter pulmão perfurado por galho de árvore

Publicado

O menino e o pai faziam a poda de uma árvore no sítio da família, em Laranja da Terra, interior do Espírito Santo, quando o acidente aconteceu

Um adolescente de 16 anos foi resgatado por um helicóptero do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo da Secretaria da Casa Militar (Notaer) após ser atingido por um galho de árvore e ter o pulmão perfurado e as costelas quebradas.

O acidente aconteceu na manhã deste sábado (23) em Laranja da Terra, interior do Estado. Em 25 minutos, a aeronave levou o menino para o Hospital São Lucas, em Vitória, onde ele está internado.

Eles preferiram não gravar entrevista, mas contaram que o adolescente e o pai acordaram cedo e foram cortar os galhos de uma árvore no sítio da família. Durante a poda, um galho caiu em cima do menino.

Segundo informações da polícia, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) fez os primeiros atendimentos ao adolescente e acionou o transporte aéreo logo em seguida.

O Major Pablo afirmou que acionar o Notaer reduziu o tempo de deslocamento até o hospital: “Um trajeto que uma ambulância demoraria entre 3 a 4 horas para realizar, o helicóptero fez em 25 minutos”.

Ainda segundo a família, as primeira informações da equipe médica do hospital são de que o menino está na chamada “sala de choque” para se recuperar do trauma.

Leia mais:  Prefeito Arnaldinho recebe pessoas com deficiência no dia nacional de luta
Continue lendo

Cidades

Carro vai parar embaixo de caminhão em Nova Venécia

Publicado

Neste sábado (23), por volta de 11h15min, um acidente foi registrado na rotatória da Avenida Guanabara, em Nova Venécia.

Um veículo, Fiat Strada HD WK, de cor prata, registrado em Vila Pavão, desceu o morro que fica ao lado do posto de gasolina e descontrolado bateu na carroceria de um caminhão.

Com o impacto, o para-choques que fica na traseira do caminhão foi arrancado.

No Fiat Strada estava apenas a motorista que sofreu ferimentos em uma das mãos.

Por sorte não havia ninguém no carona, parte que ficou completamente destruída.

A motorista do Fiat Strada, em estado de choque, não soube explicar o que aconteceu.

Leia mais:  Detran orienta sobre serviços nos municípios do sul afetados pelas chuvas
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana