conecte-se conosco


Cidades

Volta às aulas: redes do Estado e dos municípios retornam a partir de 3 de fevereiro

Publicado

As atividades de ensino serão retomadas gradualmente, de acordo com as condições de cada cidade

Municípios alinharam com o Estado a reabertura gradual das escolas e o retorno às aulas a partir de 3 de fevereiro. O objetivo é que a partir de 1 de março a rede pública de Educação esteja disponível e funcionando em todo o Espírito Santo. Nas escolas particulares, as aulas voltarão no dia 1º de fevereiro e ocorrerão de forma presencial nos municípios capixabas classificados nos riscos baixo e moderado para a covid-19, conforme autorizado pelo governo do Estado.

As informações foram dadas em coletiva à imprensa na manhã desta quinta-feira (28) com a presença do secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, e gestores municipais de Vitória, Vila Velha, Cariacica, Serra e Viana, e o presidente da União dos Dirigentes Municipais do Espírito Santo (Undime-ES), Vilmar Brito. 

De Angelo lembrou que cada município terá autonomia na escolha do esquema a ser adotado no retorno das atividades pedagógicas: se totalmente presencial ou em sistema híbrido (presencial e remoto) ou totalmente remoto. Caso adote o sistema híbrido, as prefeituras terão que elaborar planos de revezamento dos alunos nas escolas. “O mapa de risco, feito pela Secretaria Municipal de Saúde, irá definir este processo e continuará sendo válido neste retorno. Caso o município entre na classificação vermelha, ou seja, risco alto, as escolas ficarão fechadas”, apontou. 

Até o momento, de acordo com levantamento da Undime-ES e divulgado numa pesquisa da Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes), 15% dos 78 municípios ainda não definiram o formato do retorno das aulas. Três cidades decidiram voltar totalmente com aulas presenciais: Divino de São Lourenço, Nova Venécia e Presidente Kennedy. Os municípios da Grande Vitória retornarão em sistema híbrido. 

O retorno da educação infantil também foi lembrado. Na pesquisa da Amunes, apenas 20 municípios garantiram a reabertura das creches. Grande parte, porém, ainda não tem definição de qual sistema será escolhido para lidar com as crianças menores. Na avaliação da Undime, isso acontece porque os municípios podem estar passando por dificuldades em adquirir insumos específicos para esses espaços. 

Avaliação e freqüência

Os assuntos trabalhados em sala de aula na rede municipal irão seguir o que a rede estadual já faz. Ou seja, os conteúdos de 2020 e 2021 serão mesclados num único ciclo. Retornam também a avaliação com possibilidade de reprovação ao final do ano. Os municípios declararam que farão acompanhamentos e avaliações técnicas sobre esse modelo de avaliação dentro desse novo contexto.

As famílias continuarão a ter o direito de escolha de enviar ou não os alunos para as atividades presenciais. “A liberdade é total. Cada rede tem autonomia para decidir o modelo. Nas redes estaduais se cogitou diferente. Mas o entendimento com o Ministério Público do Espírito Santo é que seria importante manter essa decisão com as famílias. No caso da rede estadual, fizemos avaliação diagnóstica no ano passado, mas reaplicaremos. No primeiro trimestre, retomaremos o conteúdo de 2020 e faremos uma avaliação diagnóstica. A partir dos resultados, passaremos nos próximos dois trimestres o conteúdo de 2021 e reforço diagnóstico com relação ao resultado da avaliação. Daí a importância da presença dos alunos no processo”, explicou o secretário. 

Estrutura das escolas

Apesar da pesquisa da Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes) ter apontado que a maior parte dos municípios considera que as escolas não tinham estruturas ideais para o retorno e que também a maioria não planejou testagem nos profissionais e servidores, o secretário disse que o retorno às aulas é necessário após quase um ano de fechamento dos colégios. “Planejamos a volta de acordo com o protocolo estabelecido, tanto do ponto de vista pedagógica quanto da biossegurança. Mas a autorização técnica passa pelas autoridades de saúde. Além disso, testagem não é pré-requisito para a volta”, reforçou. 

Dentro dessa realidade, alguns municípios ainda estão em processo de compra de equipamentos de biossegurança e de proteção como máscaras, dispenser de álcool em gel e que eles podem não estar disponíveis a tempo. O secretário acredita que esta situação pode estar acontecendo porque os municípios estão  atendendo a prazos prazos burocráticos de processos licitatórios, dentro da legalidade. Ele colocou o Estado à disposição para eventual auxílio.

Vacinação de professores

Em relação à vacinação dos professores, o Estado tenta antecipar a imunização para os profissionais da Educação. O secretário lembrou que, pelas diretrizes do Ministério da Saúde, professores são o quarto grupo a ser atendido dentro do público prioritário. Assim, eles serão os últimos. “Não temos uma data específica ainda para vacinar os professores. Temos apenas a fase dentro do grupo de prioridades. Estamos acompanhando a luta, mas a data não temos ainda”, declarou. Ele acrescentou que professores, funcionários e alunos com comorbidades não devem ficar totalmente afastados das atividades escolares. “O recomendado é que façam atividades remotas. De qualquer maneira, o profissional estará na linha ativa do trabalho”, finalizou. 

Leia mais:  Secretário Gilson Daniel confirma obras em Jaguaré
publicidade

Cidades

Banestes promove uso seguro da internet em apoio à Semana da Segurança Digital

Publicado

Iniciativa da Federação Brasileira de Bancos visa instruir a população sobre como se prevenir dos golpes digitais mais recorrentes.

Na próxima segunda-feira (25), terá início mais uma edição da Semana da Segurança Digital. A campanha da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) busca promover a conscientização da sociedade para o uso dos canais digitais de forma segura e, para isso, conta com a colaboração das instituições bancárias.

Assim como nas edições anteriores, o Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) aderiu à campanha, que ocorre entre os dias 25 e 29 de outubro. O objetivo é atuar ativamente na disseminação de informações que instruam funcionários e clientes sobre como se prevenir dos golpes e fraudes mais recorrentes no ambiente digital.

O Banestes investe em segurança continuamente e atua com agilidade e eficácia na resposta aos ataques. Segundo o diretor de Riscos e Controle do Banestes, Carlos Artur Hauschild, o Banco “derruba” mensalmente cerca de 30 páginas falsas, criadas por criminosos para aplicar golpes, e orienta aos clientes para que identifiquem contatos suspeitos.

“É importante que os clientes estejam atentos e lembrem que os dados bancários são pessoais e intransferíveis. O Banestes nunca realiza contato para pedir informações sigilosas ou solicita que o cliente acesse um link e forneça suas credenciais“, ressaltou Hauschild.

Caso receba uma ligação afirmando ser do banco, o Banestes recomenda que o cliente utilize outra linha para contatar a Central de Atendimento, que atende pelo 0800 727 0474, ou a agência de relacionamento. Os telefones das agências podem ser consultados pelo link “Rede de Agências”, no rodapé no site oficial www.banestes.com.br.

Hauschild reforçou ainda que, caso seja vítima desse tipo de crime, é fundamental que o usuário proceda com agilidade. “Ao tomar ciência do golpe, imediatamente registre um boletim de ocorrência e comunique à agência o ocorrido. Quanto mais rápido o incidente for relatado, maiores são as chances de reaver o valor roubado”, orientou.

Para transmitir mais informações sobre prevenção a golpes digitais, no período da campanha, a Febraban irá promover uma live com o tema “Fraudes e Golpes”. Mais detalhes sobre o evento serão divulgados pela Febraban.

Todas as dicas antigolpes e alertas sobre os golpes mais comuns estão disponíveis em https://antifraudes.febraban.org.br/. Mais conteúdos sobre segurança digital são postados de forma rotineira nas redes sociais oficiais do Banestes: Facebook, LinkedIn, Instagram e Twitter.

A população pode aderir à Semana da Segurança Digital compartilhando as postagens e materiais divulgados com a hashtag #SemanadaSegurançaDigital.

Semana da Segurança Digital 2021:

  • De 25 a 29/10/2021.
  • Informações completas em https://antifraudes.febraban.org.br/.
  • Conteúdos sobre prevenção a golpes são postados de forma rotineira nas redes sociais oficiais do Banestes: Facebook, LinkedIn, Instagram e Twitter. Siga para acompanhar.
  • Compartilhe com a hashtag: #SemanadaSegurançaDigital.

Leia mais:  Equipes do governo visita Barra de São Francisco, que irá ganhar Procon em breve
Continue lendo

Cidades

Detran chama atenção para e-mails falsos em nome do órgão

Publicado

O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) alerta que não envia informes ou notificações de infrações por e-mail. O órgão esclarece que utiliza correspondências enviadas pelos Correios, ou mensagens via SMS ou aplicativo para aqueles condutores e proprietários de veículos que utilizam o aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT) e orienta que, diante de e-mails supostamente enviados pelo Detran|ES, o cidadão não acesse links ou abra arquivos contidos nas mensagens. 

Serviços on-line   

O DETRAN|ES disponibiliza no seu site www.detran.es.gov.br informações sobre infrações, veículos e Habilitação. Em caso de dúvida, o cidadão pode acessar o site e verificar os seus dados clicando nos banners das áreas na página principal e nos serviços listados. 

Para consultar informações sobre o veículo, o proprietário deve acessar o serviço ‘Consulta de veículo’ (https://publicodetran.es.gov.br/ConsultaVeiculo/NovoConsultaVeiculoES.asp) e informar a placa e o RENAVAM. Na página, consta o dossiê do veículo, débitos, infrações, registradas, recursos, inclusive se há restrições no veículo ou processos em andamento. 

As infrações registradas por condutor estão disponíveis no serviço o ‘Consulta de pontuação’ (https://renach2.es.gov.br/Penalidade/Publico/pub_consulta_pontuacao.aspx). O condutor deverá informar os dados solicitados, que constam em sua CNH, para ter acesso às infrações registradas e pontuação. 

Para aqueles que realizaram algum serviço relacionado à habilitação, como obtenção da primeira Habilitação, renovação ou segunda via da CNH, é possível acompanhar o andamento do processo e o código de rastreio do documento no ícone ‘Acompanhamento de Processos de CNH’ (https://detran.es.gov.br/habilitacao/servicos-online). 

É necessário fazer o cadastro no portal Acesso Cidadão, caso ainda não tenha. No caso de algum desses processos, o cidadão com e-mail cadastrado no órgão poderá receber uma mensagem via e-mail do Portal de Serviços da SENATRAN (https://portalservicos.senatran.serpro.gov.br/#/) com os dados para que ele possa baixar sua CNH Digital no aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT). 

Leia mais:  Prefeitura de Barra de São Francisco segue firme com a meta de lavar as ruas da cidade diariamente
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana