conecte-se conosco


Entretenimento

WhatsApp para de avisar se áudio foi escutado por destinatário; entenda

Publicado

Mudança vale para usuários que desativaram a confirmação de leitura de mensagens no aplicativo para iOS

O WhatsApp não avisa mais se uma mensagem de voz foi escutada no aplicativo. Com isso, o símbolo de “microfone azul” não aparece para áudios enviados por usuários que desativaram a confirmação de leitura de mensagens — ou seja, a mudança afeta apenas quem não tem o “check azul” do WhatsApp. A novidade chegou nesta semana com a atualização do aplicativo para iPhone (iOS), na versão 2.21.40.13 disponível na App Store.

A mudança foi recebida com estranheza por internautas no Twitter, que lembraram a vez em que o aplicativo parou de mostrar os status “online” e “digitando” por causa de um erro — esta é, aliás, uma função muito aguardada por usuários do mensageiro. O WhatsApp não se pronunciou quando procurado pelo TechTudo para confirmar se o caso se trata de um bug ou é permanente.

Enquanto a confirmação de leitura de mensagens de texto aparece no símbolo de check, que passa de cinza para azul, os áudios do WhatsApp funcionam de maneira diferente. O comum é a mensagem de voz ser acompanhada por um ícone de microfone. O desenho fica azul quando o destinatário dá play no áudio. O microfone virou cinza com a atualização do WhatsApp, e permanece dessa cor mesmo que alguém toque a mensagem de voz.

Isso acontece apenas com o WhatsApp no iPhone. Em testes, o TechTudo confirmou que o bug não afeta a versão para desktop do mensageiro, em que ainda é possível conferir se deram play no áudio pelo microfone azul. Além disso, caso um usuário de Android envie áudio para alguém com iPhone e a confirmação de leitura desativada, ele não saberá se a mensagem de voz foi escutada.

Mesmo que não tenha sido confirmada, a mudança faz sentido porque conserta uma “brecha” do WhatsApp para usuários que tiraram o check azul. A confirmação de leitura costuma ser desativada para ter mais privacidade, porque então as pessoas não sabem se você visualizou a conversa. Em compensação, você também fica sem saber se suas mensagens foram lidas. Por sua vez, ainda tinha como saber se o destinatário deu play em algum áudio, porque o microfone verde ficava azul. Agora, o ícone permanece cinza tanto no celular quanto no PC.

Leia mais:  Cantor Belo se diz arrasado com prisão da filha
publicidade

Entretenimento

Arthur Picoli confirma que já ganhou R$ 1,5 milhão e será apresentador

Publicado

Ex-BBB capixaba de 27 anos de idade comemora sucesso como influenciador e dá detalhes de sua estreia como apresentador na TV do Flamengo com programa semanal

Com campanhas publicitárias que fez depois de ser eliminado do BBB 21, Arthur Picoli já faturou seu primeiro milhão de reais. Mais que isso, o bonitão confirma que já conquistou valor igual ao prêmio do reality da Globo – de R$ 1,5 milhão. 

Além disso, o capixaba também adianta que foi contratado como apresentador da FLATV, a TV do Flamengo, e em breve estreará na emissora com programa semanal. Na atração, vai mostrar os esportes e projetos que o time apoia. 

Em entrevista ao canal de Laís Moreira, no YouTube, que vai ao ar às 20h desta quarta-feira (22), o bonitão também lembra das polêmicas em que se envolveu durante o Big Brother, vida pessoal e novos objetivos. 

Leia mais:  Diretor artístico do Porta dos Fundos é assassinado a facadas durante assalto
Continue lendo

Entretenimento

Festival Vila Musical abre inscrições para oficinas infantis de canto e percussão

Publicado

As atividades, que serão realizadas nos dias 2 e 3 de outubro, são gratuitas e buscam conectar o público infantil com a cultura musical capixaba

Nesta segunda-feira (20), o Festival Vila Musical abre inscrições gratuitas para oficinas infantis de percussão e canto. Serão apresentados para as crianças instrumentos de batucada e ritmos voltados para a cultura capixaba. As atividades, que acontecem nos dias 02 e 03 de outubro, serão online. São 15 vagas para cada oficina e as inscrições poderão ser feitas no site do Festival Vila Musical até o dia 27 de setembro: https://linktr.ee/festivalvilamusical

As atividades, ministradas pelos professores Eduardo Ojú e Yuri Guijansque, buscam incentivar a representatividade afro-capixaba e a cultura do interior do Estado para o público infantil da cidade de Vitória.

Visualização da imagem

Na primeira oficina, marcada para o dia 02 de outubro, o escritor e compositor Eduardo Ojú apresentará aos pequenos variadas práticas de percussão e suas representatividades. Ao final, as crianças, com o acompanhamento dos pais, vão realizar um grande cortejo musical com um instrumento produzido com material de casa, como baldes, panelas, cabos de vassoura e outros.

Visualização da imagem

Já no segundo dia (3), o músico, compositor e professor de música Yuri Guijansque será o responsável pela aula de canto, onde ele, num momento lúdico com as crianças, irá explorar ritmos e repertórios voltados para a cultura popular e a cultura da infância na perspectiva de cidades do interior.

As atividades vão acontecer via plataforma de videoconferência.

O Festival

As oficinas fazem parte do Festival Vila Musical que acontecerá nos dias 11 e 12 de outubro, em comemoração da semana da criança. O Festival será uma grande vila brincante — em formato virtual — em que tudo vira música. As transmissões serão no Canal do Youtube do festival com apresentações de bandas e grupos de manifestações tradicionais capixabas. Tudo isso guiado por três personagens: Catarina, Juvenal e Bartolomeu! 

O projeto é uma realização da Expurgação, EXP Filmes e Tangerinas e foi aprovado em edital setorial de Música 033/2019 da Secult/ES e recebe recursos do Funcultura.

Acesse o canal do Festival e aguarde novidades: https://linktr.ee/festivalvilamusical 

Serviço:

OFICINA DE CORTEJO PERCUSSÃO AFRO CAPIXABA

DIA: 02/10 

HORÁRIO: 10H às 11H30

VAGAS: 15

Público-Alvo: Crianças até 12 anos

Professor Eduardo Ojú: Escritor e compositor popular, propôs os projetos culturais A Porta do Tapete Voador (2011), Música de Mangueio (2013), Marujada de Cabôco (2011, 2015) e #tambordialético | QUILOMBO (2017). Como ceramista, registrado pelo Programa do Artesanato Brasileiro (2018), participou da Bienal Naifs do Brasil do Sesc Piracicaba (2020) com a obra Igreja Velha. Atualmente reside em São Mateus, ES, e coordena o projeto e pesquisa #tambordialético | o barro pensa, a forma o tempo é quem dá, sobre Educação do Campo e Filosofia Africana no contexto das brincadeiras em devoção à São Benedito das Piabas e Caboclo Bernardo.

OFICINA DE CANTO

DIA: 03/10 

HORÁRIO: 14h às 15h30

VAGAS: 15

Público-Alvo: Crianças até 12 anos

Professor Yuri Guijansque: Yuri é músico, compositor e professor de música licenciado pela Universidade Federal do Espírito Santo. Como professor, Yuri faz trabalha com musicalização infantil em escolas regulares e projetos sociais desde 2015 atuando com ensino de canto, violão, flauta, teoria musical, harmonia entre outros. Como músico e compositor, atua em diversos projetos como o grupo capixaba de música autoral “Pó de Ser Emoriô”, é solista da Orquestra Pop&Jazz do IFES, além de ter seu projeto solo como compositor e intérprete.

 

Leia mais:  Diretor artístico do Porta dos Fundos é assassinado a facadas durante assalto

Inscrições gratuitas pelo site: https://linktr.ee/festivalvilamusical 

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana