conecte-se conosco


Entretenimento

William e Renata explicam caso do homem que fez jornalista refém

Publicado

Ao vivo na edição do “Jornal Nacional” da noite desta quarta-feira, 10, William Bonner e Renata Vasconcellos explicaram tim-tim por tim-tim o caso do homem que invadiu a Rede Globo de Televisão na tarde de hoje, e fez a jornalista Marina Araújo refém.  O caso foi comentado ao final do jornal.

“Um homem armado com uma faca fez a repórter Marina Araújo de refém. A segurança da Globo isolou o local imediatamente e chamou a Polícia Militar. Alguns minutos depois, o comandante do 23º Batalhão, coronal Heitor Henrique Pereira, já estava negociando com o invasor, que ameaçava nossa colega.”, começou Bonner.

O âncora do “JN” revelou que o homem não estava ali por Marina, mas por Renata Vasconcellos, sua colega de bancada. “O homem estava perturbado. Ele exigia ver a Renata Vasconcellos, porque é o aniversário dela, e ficava repetindo isso o tempo todo. O coronel Heitor negociou com o invasor com muita firmeza e a Renata seguiu as instruções. Ela foi até o local, e quando o invasor viu a Renata, ele soltou a arma, libertou a Marina Araújo, foi preso, sem que ninguém tenha se ferido, felizmente.”, disse.

Bonner agradeceu ao apoio de personalidades, colegas de profissão e público, e também parabenizou o trabalho da polícia. “Ao longo da tarde, a notícia correu e recebemos muitas manifestações de apoio. Agradecemos a todas as mensagens. Foi um susto enorme, mas nós recebemos aqui na redação as duas colegas sãs e salvas, e agradecemos também a ação impecável da PM na proteção delas.”, disse.

Ao referir-se à colega, o jornalista comemorou o fato de ela estar bem. “Não foi um aniversário tranquilo, né Renata? Mas o fato mais importante é que a Marina tá bem, você tá bem, e vida que segue”.

Renata completou a fala de Bonner, fazendo um apelo de paz ao público.”É isso. Vida que segue. Desejo a todos PAZ. Boa noite!”.

Leia mais:  Record convida Zilu Godoi para novo reality show
publicidade

Entretenimento

Influenciadora é internada em estado grave após lipoaspiração

Publicado

Em comunicado, família de Liliane Amorim revelou que a jovem sofreu complicações após o procedimento e agora está na UTI

A influenciadora Liliane Amorim está internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) após complicações em uma cirurgia de lipoaspiração. 

Em comunicado no perfil de Liliane, a família deu detalhes sobre a situação da jovem: “Desde domingo (17), ela está na UTI. Seu estado é grave, mas estável. Entendemos e agradecemos a preocupação de todos, mas pedimos que tenham mais cautela com as informações que estão passando! A família não está acostumada com essa exposição, e o que pedimos é que orem por ela”. 

Segundo informações dos familiares, após a lipoaspiração, Liliane precisou passar por outra cirurgia e então foi internada na UTI. 

A última foto publicada por Liliane, que tem mais de 67 mil seguidores no Instagram, mostra a influenciadora de biquíni, posando em uma piscina. 

No final de 2020, ela escreveu um texto em seu Instagram: “Foi um ano de isolamento, ensinamento e pensamento. Tudo o que passei me fez mais forte. Em 2021, a renovação há de ser feita”.

Leia mais:  A pedido da mulher, Ludmilla fecha sala de cinema para ver 'Minha Mãe é Uma Peça 3'
Continue lendo

Entretenimento

Whindersson Nunes envia 217 cilindros de oxigênio a Manaus

Publicado

Engajado com os problemas da saúde no norte do Brasil, Whindersson Nunes compartilhou uma foto mostrando que enviou mais cilindros de oxigênio a Manaus, no Amazonas.

“Embarque de 217 cilindros feito hoje às 6h30, chegam hoje às 10h30 em Manaus. Já acordei suave, man”, postou o humorista. “Estamos engajados em salvar vidas”, completou.

Whindersson já havia iniciado as ações na semana passada. No sábado (16), ele mostrou que 60 respiradores seriam distribuídos em seis hospitais. “Mandei pra Manaus pra garantir que nenhum arrombado desvie os aparelhos, hoje em dia está difícil confiar”, postou.

A capital amazonense entrou em colapso em meio à pandemia do novo coronavírus por conta do aumento de pacientes infectados pela Covid-19. Até o balanço divulgado em 16 de janeiro, o Amazonas havia contabilizado 229.367 infectados e 6.123 mortes causadas pelo coronavírus.

Leia mais:  Eliana testa positivo para Covid-19
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana