conecte-se conosco


Mundo Cristão

Yudi revela desejo de se tornar pastor e afirma que está se dedicando aos estudos

Publicado

O apresentador Yudi Tamashiro revelou que sente um forte desejo de se tornar pastor e está se dedicando aos estudos, mas afirmou que isso não é garantia que no futuro será ordenado ao ministério.

Yudi disse que, no passado, antes de entregar sua vida a Deus, falar sobre fé era uma coisa fora de sua rotina, mas desde aquela época, não tinha vergonha ou rejeição ao tema: “Acho que as coisas acontecem de uma forma mais natural quando você vive aquilo, sabe? Hoje é muito fácil falar de Deus e do amor d’Ele porque eu vivo isso, eu sinto!”, comentou.

Yudi está estudando para ser pastor: "Mas o futuro somente Deus sabe" -  Notícias sobre famosos - Giro Marília Notícias

“Acho que as pessoas precisam sentir de uma forma verdadeira mesmo”, acrescentou, durante um evento evangelístico na última terça-feira, 10 de agosto.

Numa entrevista Yudi disse que agora vê “nitidamente o cuidado de Deus na minha vida e na minha carreira”, já que mesmo em meio a adversidades, sua percepção sobre tudo está diferente: “Meus objetivos, propósitos e meus relacionamentos com as pessoas”, explicou.

“Para ser sincero, não me arrependo de nada que fiz no passado, acredito que tudo foi para o meu crescimento. Se hoje sou o que sou, foi por todas as coisas que eu passei. Tudo contribuiu para o meu amadurecimento”, reiterou.

Trabalho

A possibilidade de se tornar pastor foi comentada pelo apresentador com naturalidade: “Hoje uma das coisas que mais me faz feliz é poder cuidar de outras vidas. Eu estou me preparando e estudando para isso, mas o futuro somente Deus sabe!”, disse ele, que frequenta a Bola de Neve Church.

Enquanto os planos de se tornar pastor não avançam de maneira mais concreta, a profissão, em meio a tantas mudanças, não foi deixada de lado, e ele garantiu que pretende voltar à TV: “Está sim em meus planos, mas não agora, sempre fui apaixonado em apresentar”.

“Hoje estou apresentando um jogo chamado Rainbow Six, da Ubisoft. Está sendo uma experiência muito louca porque o universo dos gamers é bem grande e tem muito público!”, disse.

Os planos para esse semestre e para o ano que vem, no campo profissional, são diversos, mas ele declarou que pretende avançar em cada área conforme as possibilidades se desenharem: “Vou continuar focando nas minhas redes sociais, nas empresas que sou embaixador e vou produzir muito conteúdo autoral. Se as coisas estiverem voltado ao normal ano que vem, pretendo viajar o país com projetos que estou estruturando”, resumiu.

Por fim, na entrevista, Yudi comentou a decisão de sua amiga e colega de trabalho nos tempos do SBT, Priscilla Alcantara, de deixar o gospel para ser “livre” artisticamente, e evitou polemizar: “Tenho a Priscilla como uma irmã, convivemos muitos anos juntos e acho que Deus está no controle de tudo e se ela está feliz, estou feliz por ela”.

“Ela tem muito mais tempo com Cristo do que eu, então não tenho como falar sobre algo que não sei. Mas creio que tudo tem um propósito e torço muito por ela em tudo que fizer”, encerrou, segundo o Na Telinha.

Leia mais:  STF retira ideologia de gênero da pauta de votações
publicidade

Mundo Cristão

Twitter classifica imagem de família orando como conteúdo sensível

Publicado

Imagem de família orando na mesa é classificado como conteúdo sensível enquanto mídias pornográficas abrem livremente.

O Twitter mandou um aviso para uma publicação de humor na conta @JoaquinTeixeira como um “conteúdo sensível”, depois que ele compartilhou uma imagem de uma família orando antes da refeição com a legenda “falta isso hoje”.

Seguidores do usuário foram avisados de que a imagem teria, supostamente, conteúdo sensível, enquanto que uma foto com conteúdo pornográfico não foi classificada como sensível.

Terrorismo

A rede social já foi alvo de críticas por permitir propaganda do grupo terrorista Talibã, mesmo após ter censurado o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Jack Dorsey, um membro do Congresso americano, denunciando o notável “duplo padrão” por banir o ex-presidente Donald Trump da plataforma, mas permitir o Talibã.

Lamborn acusou o Twitter de não impor qualquer de seus esforços de verificação de fatos sobre as contas talibãs, ou bani-los em vista da proibição do site sobre “organizações violentas”.

Leia mais:  STF retira ideologia de gênero da pauta de votações
Continue lendo

Mundo Cristão

Grupo afirma que desenho da Netflix prepara crianças para abuso sexual

Publicado

Netflix é criticada por desenho com conteúdos inadequados

Um grupo de observadores da mídia familiar está pedindo às autoridades que investiguem a série “Big Mouth” da Netflix por potencialmente violar leis de pornografia infantil, alegando que a série prepara crianças para abuso sexual.

Em uma reportagem o grupo Parents Television and Media Council expressou preocupações com a série que se concentra em estudantes do ensino médio passando pela puberdade e retrata crianças de 12 e 13 anos em situações sexuais e se envolvendo em diálogo sexual.

O relatório contém capturas de tela e listas de exemplos de “conteúdo sexualizador ou sexualmente explorador envolvendo crianças” ao longo dos 10 episódios da quarta temporada da série.

O PTC descobriu que ao longo de todas as 4 horas e meia de programação inclusas na  quarta temporada de “Big Mouth”, cada minuto de programação apresentava “quase 4 ocorrências de sexo, violência e linguagem profana, indecente ou obscena”.

A quarta temporada continha 17 casos de nudez animada, a maioria com os genitais de personagens menores de idade. Além disso, foram registradas “190 referências sexuais ou casos de insinuações sexuais”. A série também continha uma infinidade de palavrões, incluindo linguagem sexualmente carregada.

“Deveria chocar a consciência ver as crianças sexualmente exploradas por causa do entretenimento e do lucro financeiro, como é o caso em “Big Mouth”. Ver crianças usadas dessa maneira para o entretenimento de adultos viola nossas sensibilidades, especialmente quando, em todo o país e em todo o mundo, a agressão sexual está aumentando, e mulheres e crianças estão sendo mantidas em cativeiro sexual”, disse o presidente do PTC, Tim Winter, em um comunicado segundo The Christian Post.

Em 2018, a Netflix fez uma parceria com o Facebook para distribuir um jogo chamado “Hand Masters” baseado na série, que estava então em sua primeira temporada. Descrito como o “primeiro jogo internacional de masturbação”, o jogo recompensa os jogadores com base em sua capacidade de usar seu smartphone para simular masturbação masculina por 20 segundos.

“Eles estão encorajando os adultos a ver essas crianças como objetos sexuais ou encorajando as crianças a imitar o comportamento que estão vendo no desenho animado. Qualquer cenário é muito preocupante”, observou a diretora do PTC Melissa Henson.

Leia mais:  STF retira ideologia de gênero da pauta de votações
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana