conecte-se conosco


Entretenimento

Zezinho Corrêa, vocalista da banda Carrapicho, morre vítima da covid

Publicado

Músico, que estava internado em um hospital de Manaus desde o dia 4 de janeiro, fez sucesso anos anos 1990 com o hit ‘Tic, Tic Tac’

Morreu na manhã deste sábado, aos 69, Zezinho Corrêa, vocalista da banda Carrapicho. O músico estava internado no Hospital Samel, em Manaus, tratando de complicações da covid-19. A notícia foi confirmada pela família do cantor em suas redes sociais.

“A família Corrêa vem a públicocomunicar o falecimento do nosso amado cantor Zezinho Corrêa. Zezinho estava internado desde o dia 14/01 no hospital Samel. No dia 07/01 foi transferisdo para o leito de UTI, no hospital Prontocord e lá estava lutando bravamente por sua vida. Em decorrência de complicações do covid-19, Deus quis o levar para a morada eterna, e hoje ele nos deixou”, começa o comunicado.

Em seguida, eles agradecem as orações e mensagens positivas dos fãs pela recuperação do músico. “Agradecemos imensamente o carinho, todas as orações e todo amor que vínhamos recebendo dos fãs, familiares, amigos e admiradores dele. O céu ganhou mais uma estrela que com sua luz brilhará para a eternidade. Obrigada por levar o nome do Amazonas para o mundo, obrigada por ser esse ser humanoincrível em todos os sentidos. Você já está fazendo muita falta na nossa família, daqui vamos continuar te amando sempre. Hoje a batida do tambor se calou”, encerrra.

O artista estava internado desde o dia 4 de janeiro, mas as primeiras informações dadas à imprensa vieram no dia 8 de janeiro, quando os familiares do cantor confirmaram a internação do artista, dizendo que Zezinho estava na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), intubado e com 100% de saturação. À época, a família do cantor também precisou desmetir o boato de que Zezinho havia morrido.

No sábado, 23 de janeiro, a boa notícia: Zezinho já respondia bem ao tratamento, fazendo com que os médicos diminuíssem a sedação e os remédios. No entanto, dois dias depois, no dia 25 de janeiro, um novo comunicado da família informava uma piora no estado de saúde do cantor. Zezinho voltou a ser intubado. 

Cantor estava internado desde janeiro

“O cantor estava evoluindo bem nos últimos dias, onde o mesmo na não estava sedado, não estava fazendo uso de medicações vasoativas, estava respirando sem ajuda de aparelhos, quadro neurológico limpo e fazendo diálise. Porém, na madrugada deste domingo, o cantor apresentou uma piora no quadro, onde os médicos optaram pela conduta de retornar com a sedação, uso de medicações vasoativas e uso da ventilação mecânica”.

A banda Carrapicho surgiu no início dos anos 1980, em Manaus. No início, o grupo tocava MPB (Música Popular Brasileira), mas logo cravaram o forró e as todas de boi bumbá em suas apresentações. Foram 16 anos trabalhando regionalmente. Em 1996, um produtor francês ouviu Tic, Tic Tac e dedidiu lançá-la na França. A música, então, tornou-se fenônemo na Europa e no Brasil, ficando na posição 34 das 100 músicas mais tocadas no país naquele ano. 

Relembre um trecho da música

Bate forte o tambor, eu quero é tic, tic, tic, tic, tac
É nessa dança que meu boi balança e o povo de fora vem para brincar

A letra foi cantada em diversos idiomas, inclusive o Russo. A canção também tinha uma coreografia peculiar. Foi Gugu Liberato que descobriu a banda durante suas férias na Europa. O apresentador trouxe o grupo para se apresentar no Brasil, época em que tinha um programa no SBT. 

Leia mais:  Sem Ana Maria Braga, 'Louro José' se casa com nova namorada
publicidade

Entretenimento

Compositor pede prisão preventiva de Wesley Safadão por plágio

Publicado

A música Vaqueirinha Maltrata, segundo o ex-colega de trabalho de Safadão, fez parte do álbum Diferente não, Estranho, de março de 2018

Eita! Parece que Wesley Safadão está com uma dor de cabeça daquelas. Segundo o colunista Leo Dias, além de o cantor estar sendo processado pelo suposto plágio da faixa Vaqueirinha Maltrata e ser apontado como alguém que deseja enriquecer ilicitamente, agora o compositor Jonas Alves teria decidido prestar uma queixa-crime contra Safadão.

– Já aconteceu uma audiência de conciliação, mas o Wesley não colocou nenhuma proposta de acordo. Em seguida, ele fez uma contestação e uma defesa fajuta com mentiras, explicou Alves ao jornalista.

Por conta disso, a defesa de Jonas pediu a prisão preventiva de Wesley porque essa não seria a primeira vez que ele é acusado pelo mesmo crime. Ainda segundo os advogados, existe um terceiro caso de plágio contra Safadão sendo analisado.

Procurada, a assessoria de imprensa do cantor sertanejo não foi encontrada até a publicação desta matéria, mas disse ao Leo Dias que o cantor não vai se manifestar sobre o processo.

Para que você entenda, a música Vaqueirinha Maltrata, segundo o ex-colega de trabalho de Safadão, fez parte do álbum Diferente não, Estranho, de março de 2018. Com a ausência de propostas de conciliação por parte de Wesley Safadão nas audiência marcadas, o compositor Jonas Alves, que processa o cantor por danos materiais e morais, decidiu ir à polícia registrar um boletim de ocorrência por crime contra a propriedade imaterial. A defesa de Alves afirma que fez a notícia-crime no dia 24 de fevereiro e aguarda, agora, a instauração dessa nova ação.

– Em 2020, abri um processo contra o Wesley por crime de violação de direito autoral, que está previsto no art. 184 do Código Penal. Agora, fiz esta ocorrência na delegacia para seguir com o processo criminal. Eu fiz isso pra ele aprender a respeitar daqui pra frente os direitos de nós compositores”. Esperei por um acordo dele no dia da audiência de conciliação. Ainda estou disposto a um acordo amigável, apesar de que amizade não existirá mais. O valor total do processo é de quatro milhões e 700 mil reais, disse Alves.

Essa história ainda vai dar pano para a manga, né?

Leia mais:  Anitta manda você ficar em casa, mas vai para a Itália rebolar
Continue lendo

Entretenimento

Conheça Rhay Polster, modelo que será o grande lançamento de ‘Verdades secretas’ 2

Publicado

Conheça um segredo de “Verdades secretas” 2 que estava guardado a sete chaves: Rhay Polster. Ela será lançada na trama do Globoplay. Na história de Walcyr Carrasco com direção artística de Amora Mautner, interpretará a modelo Chiara, cujo nome está inscrito no famoso book rosa. Veja mais fotos abaixo.

Rhay já fez campanhas de moda para diversas marcas importantes, como Animale e Zimmermann, e fotografou em vários países. Na França, por exemplo, participou da Paris Fashion Week em 2019. Em outubro, ela comemorou 24 anos ao lado do namorado, o cineasta Caio Sóh. O relacionamento já dura mais de quatro anos.

Quando estreou, em 2015, “Verdades secretas” lançou outras três modelos: Camila Queiroz, Yasmin Brunet e Alessandra Ambrosio. Camila foi considerada uma das grandes revelações da teledramaturgia na época e seguiu carreira na Globo. Ela, inclusive, voltará a viver Angel na continuação da história. Na nova fase, a protagonista será investigada pela morte de Alex (Rodrigo Lombardi). A tarefa caberá ao personagem de Romulo Estrela, que acabará se envolvendo com a moça.

Também voltarão Agatha Moreira e Guilhermina Guinle. Reynaldo Gianecchini seria outro a retornar à trama, mas o autor mexeu nos capítulos, e o personagem dele, Anthony, ficou de fora. Já Grazi Massafera, que fez muito sucesso no papel da dependente química Larissa, recusou o convite. E Marieta Severo, a Fany, não pôde participar porque está na novela das 21h “Um lugar ao Sol”.

Rhay Polster com a amiga Paula Burlamaqui e com sua empresária, Naná Karabachian (Foto: Reprodução/Instagram)

Christiane Torloni, uma das grandes novidades anunciadas para a segunda temporada, também deixou o elenco recentemente, depois das modificações feitas por Carrasco. Já Renata Sorrah, outro nome novo da trama, está confirmadíssima.

Rhay Polster (Foto: Reprodução/Instagram)

Leia mais:  Sem Ana Maria Braga, 'Louro José' se casa com nova namorada
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana