conecte-se conosco


Cidades

Empresas capixabas se capacitam para alcançar mercados internacionais

Publicado

Mesmo em meio à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), empresas capixabas estão buscando alternativas de crescimento e expansão dos negócios. Com a ajuda do Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX) no Espírito Santo, iniciativa da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento (Sedes) e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), empresários de diferentes regiões do Estado já estão de olho no mercado internacional.

Um desses casos é o da empresa Verônica Santolini, do segmento de moda praia, localizada no município de Jerônimo Monteiro, no sul do Estado, que já concluiu todas as etapas de capacitações, e agora se prepara para receber seu Plano de Negócios Internacional, elaborado pela equipe de extensionistas do PEIEX-ES, de forma totalmente gratuita.

Com quatro lojas, entre atacado e varejo, e capacidade de produção de até 10 mil peças por mês, a empresa comercializa seus produtos em todo o Estado, além da região norte do Rio de Janeiro, sul da Bahia e Minas Gerais. No entanto, a marca já se prepara para exportar sua produção.

O gerente administrativo e financeiro da empresa, Roger Borges dos Santos, explica que as capacitações do PEIEX-ES, foram fundamentais para que a empresa pudesse alcanças novos mercados consumidores.

“Participamos das capacitações e, no último módulo, as extensionistas nos apresentaram alguns dados que nos auxiliaram a encontrar o melhor mercado para nossos produtos. Como a produção de biquínis é algo sazonal, buscamos encontrar países que tenham o verão anteposto ao nosso, como é o caso de Portugal, França, Itália, Israel e Estados Unidos”, explica.

Ainda segundo Borges, a empresa deseja iniciar as atividades de exportação no primeiro semestre de 2021. “Não sabemos como vai ficar a situação mundial após a pandemia, mas estamos unindo esforços para iniciar nossas exportações no mês de março do ano que vem. Queremos fazer um teste inicial e estamos confiantes”, afirma.

Roger Borges também destaca a experiência em participar do PEIEX-ES. “O programa nos ensina literalmente a ‘colocar a mão na massa’. E o fato de os atendimentos serem individuais faz com que os extensionistas possam conhecer mais o nosso perfil, e trazer ideias exclusivas para o nosso tipo de negócio. Foi uma experiência muito diferente e importante para a nossa empresa. Trata-se de uma importante ajuda, diferenciada e gratuita, que vai nos ajudar a ampliar nossos negócios”, declara.

O subsecretário de Atração de Investimentos e Negócios Internacionais da Sedes, e coordenador do PEIEX-ES, Gabriel Feitosa, comemora os resultados alcançados pelo programa. “É muito gratificante ver empresas capixabas frente à pandemia da Covid-19 enxergando oportunidades de crescimento, e uma forma de avançar em vendas não só dentro do Brasil. Desta forma, a gente observa que o programa cumpre seu objetivo de capacitar as empresas capixabas para a exportação, e de diversificar a nossa pauta exportadora”, diz.

Na região sul do Estado, os atendimentos às empresas são realizados pelas técnicas extensionistas Mirella Fávero e Isabela Spadetti. Mirella Fávero destaca que, conhecida na região pela produção de biquínis de boa qualidade e design exclusivo, a empresa Veronica Santolini tem capacidade produtiva e está muito empenhada em iniciar o processo de vendas internacionais. “Os empresários estão se dedicando e estudando cada ferramenta apresentada nas qualificações com o intuito de exportarem de forma segura. Não temos dúvidas de que a marca Veronica Santolini alcançará seus objetivos”, garante.

Sobre o PEIEX-ES

O programa oferece às empresas, de forma gratuita, orientação técnica sobre as melhorias que a organização deve implementar para comercializar produtos e serviços no mercado internacional.

Sobre a Apex-Brasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência apoia atualmente cerca de 15 mil empresas em 80 setores da economia.

Leia mais:  Vila Velha ganha prêmio de 2ª cidade mais bonita do Espírito Santo
publicidade

Cidades

Adolescente é resgatado de helicóptero após ter pulmão perfurado por galho de árvore

Publicado

O menino e o pai faziam a poda de uma árvore no sítio da família, em Laranja da Terra, interior do Espírito Santo, quando o acidente aconteceu

Um adolescente de 16 anos foi resgatado por um helicóptero do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo da Secretaria da Casa Militar (Notaer) após ser atingido por um galho de árvore e ter o pulmão perfurado e as costelas quebradas.

O acidente aconteceu na manhã deste sábado (23) em Laranja da Terra, interior do Estado. Em 25 minutos, a aeronave levou o menino para o Hospital São Lucas, em Vitória, onde ele está internado.

Eles preferiram não gravar entrevista, mas contaram que o adolescente e o pai acordaram cedo e foram cortar os galhos de uma árvore no sítio da família. Durante a poda, um galho caiu em cima do menino.

Segundo informações da polícia, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) fez os primeiros atendimentos ao adolescente e acionou o transporte aéreo logo em seguida.

O Major Pablo afirmou que acionar o Notaer reduziu o tempo de deslocamento até o hospital: “Um trajeto que uma ambulância demoraria entre 3 a 4 horas para realizar, o helicóptero fez em 25 minutos”.

Ainda segundo a família, as primeira informações da equipe médica do hospital são de que o menino está na chamada “sala de choque” para se recuperar do trauma.

Leia mais:  Fundação Renova conclui a contratação do ouvidor-geral
Continue lendo

Cidades

Carro vai parar embaixo de caminhão em Nova Venécia

Publicado

Neste sábado (23), por volta de 11h15min, um acidente foi registrado na rotatória da Avenida Guanabara, em Nova Venécia.

Um veículo, Fiat Strada HD WK, de cor prata, registrado em Vila Pavão, desceu o morro que fica ao lado do posto de gasolina e descontrolado bateu na carroceria de um caminhão.

Com o impacto, o para-choques que fica na traseira do caminhão foi arrancado.

No Fiat Strada estava apenas a motorista que sofreu ferimentos em uma das mãos.

Por sorte não havia ninguém no carona, parte que ficou completamente destruída.

A motorista do Fiat Strada, em estado de choque, não soube explicar o que aconteceu.

Leia mais:  Vila Velha ganha prêmio de 2ª cidade mais bonita do Espírito Santo
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana