conecte-se conosco


Política Nacional

Alerj decide abrir processo de impeachment contra Witzel

Publicado

Ao todo, foram protocolados 14 pedidos de afastamento contra o governador do Rio na Casa, após ele ter sido alvo de operação Placebo

A Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) decidiu nesta quarta-feira (10) pela abertura do processo de impeachment contra o governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), em sessão por videoconferência.

Dos 70 parlamentares, 69 votaram a favor pela instauração do procedimento na Casa. Não houve nenhuma manifestação contrária, apenas uma ausência.

O presidente da Alerj, André Ceciliano (PT), poderia ter tomado a decisão sozinho, mas abriu para consulta ao plenário.

O requerimento que será levado adiante foi apresentado pelos deputados Luiz Paulo e Lucinha, ambos do PSDB, e se baseiam nas denúncias relacionadas a desvios na saúde estadual. Outros seis requerimentos foram arquivados na mesma decisão.

Ao todo, haviam sido protocolados 14 pedidos de afastamento contra o governador do Rio, após ele ter sido alvo da operação Placebo.

“Estou triste porque o Rio de Janeiro registrou ontem praticamente sete mil mortes de covid-19, os hospitais de campanha custaram R$ 850 milhões em roubo e desperdício e só temos um deles até agora. Corrupção é crime e em meio a uma epidemia, é crime hediondo, contra a humanidade. Por isso, abri esse processo jurídico, sendo garantidos a ampla defesa e o direito do contraditório”, disse o deputado Luiz Paulo (PSDB).

Leia mais:  Governo Federal atende pedido de investidores e altera a data do leilão das BRs-381/262/MG/ES

Agora, o próximo passo é publicar a decisão em Diário Oficial em um prazo de 48 horas para que os partidos indiquem representantes para a Comissão Especial que vai analisar a denúncia. O prazo conta a partir de segunda-feira (15).

Em nota, o governador Wilson Witzel disse que recebe com “espírito democrático e resiliência a notícia do início da tramitação do processo de impeachment pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.”

publicidade

Política Nacional

Mario Frias sofre infarto e é levado para UTI de hospital em Brasília

Publicado

Segundo boletim médico, o ex-secretário de Cultura está internado na UTI sem previsão de alta

O ex-secretário especial de Cultura Mario Frias foi internado na noite de segunda-feira (4), com quadro de “infarto agudo do miocárdio”. Frias divulgou um boletim médico nas redes sociais que informa que foi necessário que ele passasse por um cateterismo com retirada de trombos.

Ele está internado na UTI do Hospital Santa Lúcia, na Asa Sul, em Brasília. Não há previsão de alta. Por conta do estado de saúde, ele informou que cancelou a agenda dos próximos dias.

Frias tem 50 anos e já foi internado em outras ocasiões para passar por procedimentos no coração. Em 11 de dezembro de 2020, o ex-ator fez um cateterismo de emergência após sentir mal-estar. Ele precisou refazer o procedimento em maio de 2021.

O cateterismo cardíaco pode ser realizado para diagnosticar ou tratar doenças do coração. O procedimento é feito com a introdução de um catéter na artéria do braço ou da perna, até o coração.

Leia mais:  Bolsonaro sanciona lei que libera telemedicina, mas veta validade de receitas virtuais

Continue lendo

Política Nacional

Ministro do STJ vem o Espírito Santo na próxima sexta-feira (08)

Publicado

Sérgio Kukina participará palestra para membros do Poder Judiciário e público em geral, no TJES

Na próxima sexta-feira (08), o ministro Sérgio Kukina, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), estará no Estado para participar de uma palestra no Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES). Ele é o convidado da Escola da Magistratura (Emes), em evento que debaterá tópicos relevantes na jurisprudência da Corte superior.

Segundo informações da assessoria de imprensa do TJES, a palestra está marcada para acontecer das 10h às 12h, no Salão Nobre do Tribunal, e será aberta para integrantes do Poder Judiciário estadual e o público em geral.

O ministro

Kukina é ministro do STJ desde 2013. Atualmente, é presidente da 1ª Seção, membro da 1ª Turma e da Comissão de Regimento Interno. Graduado e mestre em Direito pela Universidade Católica do Paraná,  ele já atuou como promotor de Justiça e procurador de Justiça do estado do Paraná, além de ter sido ouvidor do STJ no período de 2020 a 2021.

Leia mais:  Congresso projeta até quatro meses de auxílio emergencial

Inscrição

As vagas para participar do evento são limitadas, de acordo com a capacidade do espaço. Inscrições para confirmação de presença na palestra: formulário.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana